top of page
  • Foto do escritorJosileide Santos

Nossas Famílias Existem!




Esse tem sido um dos gritos da comunidade LGBTQIAPN+ durante toda a discussão e votação do parecer da Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família da PL 580/2007, votada no último dia 10 de outubro de 2023.


O nosso país, cuja Constituição o nomeia Estado Laico e democrático, permite que uma dúzia de Deputados usem a Bíblia e sua crença cristã para violentar e tentar acabar com um direito conquistado pela comunidade LGBTQIAPN+ há dez anos, de se unirem civilmente e constituir suas famílias.


Causa indignação a todas nós, brasileiros, brasileiras e brasileires, que fundamentalistas evangélicos usem o nome de Deus e fé cristã, que deveria difundir paz, amor e cuidado para todas as pessoas, sem nenhum pudor, para colocar pessoas LGBTQIAPN+ numa posição de menos humanos e como cidadãos de segunda classe; deslegitimando o amor, os afetos que são parte da existência e da subjetividade dessas pessoas.


Deixam seu ódio, sua homofobia, preconceito e discriminação afrontar mais de cento e vinte mil famílias, e tentam assim invisibilizar a realidade e o valor dessas existências e dos direitos das famílias LGBTQIAPN+.


Não podemos nos esquecer que o Brasil é o país que mais mata pessoas trans e travestis no mundo e que violências são perpetradas todos os dias às pessoas LGBTQIAPN+.


Nós do Fórum de Diversidade da Aliança de Batistas do Brasil, nos colocamos ao lado das famílias homoafetivas de nosso país e nos solidarizamos com sua luta, porque ela também é nossa luta.


Vamos continuar sendo vozes do cristianismo de Jesus de Nazaré que não exclui e não violenta ninguém.


Acreditamos que Deus é diverso e criou a diversidade, para que a celebremos e juntos vivamos uma fé aliada ao direito e a justiça para todas, todos e todes.


Unimos nossa voz às vozes da comunidade LGBTQIAPN+ : As famílias homoafetivas existem e tem que ser respeitadas. Chega de violências! Por um Evangelho libertador, amoroso e afetuoso para todas, todos e todes!!!


Pra. Adriana Carla

Fórum de Diversidade da ABB

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page